ANÁLISE DE ÁGUA

A Análise de Água tem como objetivo analisar os padrões de qualidade da água, se ela está adequada aos respectivos usos. A interpretação dos dados obtidos é feito de acordo com os padrões de potabilidade estabelecidos na portaria nº 2914/2011 do Ministério da Saúde.

A má qualidade da água nem sempre é perceptível à visão ou olfato, sendo necessária uma análise laboratorial para detectá-la. Além disso, como muitas doenças são transmitidas pela água, o controle periódico por meio de análises é essencial à conservação da saúde do consumidor.

A análise da água é de grande importância, em especial quando destinada ao consumo humano. Assim conseguimos nos assegurar se a água distribuída é de confiança, ou seja, se está isenta de microrganismos ou substâncias químicas que podem ser prejudiciais à saúde das pessoas e animais.

Só para se ter uma ideia, podemos listar algumas doenças que são facilmente transmissíveis em meio aquoso, como por exemplo: Cólera, Leptospirose, Febre Tifoide, Hepatite A, dentre muitas outras.

Dessa maneira, é interessante que a análise de água seja feita não somente uma vez, mas sim que haja um acompanhamento periódico da sua qualidade. O intervalo de tempo que se recomenda é de seis em seis meses. Contudo, os fins de utilização dessa água, os locais e atividades ao entorno, dentre outros fatores, podem fazer com que essa periodicidade seja variável.

Como o processo funciona...

O processo pode ser feito em três fases de análise: A física, a química e a microbiológica.

Análise Física

Indica propriedades detectáveis pelos sentidos. Pode ser feita através da cor, turbidez, sólidos totais, sólidos dissolvidos, sólidos suspensos etc.

Análise Química

Determina as quantidades de substâncias minerais e orgânicas que afetam a qualidade da água, como o pH, a dureza, produtos químicos tóxicos e metais.

Análise Microbiológica

Mostra a presença de bactérias e outros mais diversos microrganismos, que muitas vezes pode apresentar características de contaminação.

Análise de Efluentes

A coleta e análise de efluentes terão como referência  os valores conforme as normas e expectativas exigidas pelo CONAMA para descarte em corpos hídricos. Sendo eles o de DQO, pH, óleo de graxas, sólidos dissolvidos e suspensos, sólidos totais e sedimentados, Surfactantes e Temperatura. Os processos de tratamento e reúso de águas residuais também envolvem análises a montante e a jusante do despejo de efluentes. 

    Para lançamento direto no corpo receptor também são adotados, ainda, os parâmetros das Resoluções 430/2011 e 357/2005, do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA.

    A realização de análises nos sistemas de tratamento de efluentes possibilita ações para a regulagem operacional desses sistemas. 
Além disso, os efluentes industriais e domésticos quando lançados no meio ambiente sem tratamento adequado, podem causar sérios danos ao ecossistema. 

BENEFÍCIOS EM SE CONTRATAR ESSE SERVIÇO

A análise microbiológica da água é, sem dúvida, a mais importante de todas, pois identifica a presença de microrganismos patogênicos.

Conformidade com a Legislação

A análise de água poderá constatar que as amostras de água analisadas estão dentro dos limites os quais a legislação permite. Caso isso não aconteça, o contratante saberá exatamente quais parâmetros deve reduzir, afim de se encaixar nas normas vigentes.

Contrate agora mesmo!

Nossa equipe de vendas está pronta para lhe atender!

Você pode entrar em contato conosco clicando no botão abaixo.

Telefone

(34) 9 9647-6223

(34) 9 8854-7959

E-mail

Endereço

Universidade Federal de Uberlândia;

Câmpus Umuarama, entre os blocos 2A e 2B;

Avenida Amazonas S/Nº.

Aberto de Segunda à Sexta

08:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social

Localização

Copyright Sustenta - Soluções em Engenharia Ambiental - 2020.

Todos os direitos reservados.