Criado por Messias Henrique Dias Soares © 2016

O impacto do Movimento Empresa Júnior

     

      O Movimento Empresa Júnior (MEJ) teve início na França, em 1967, vindo da necessidade dos estudantes da ESSEC – L’École Supérieure des Sciences Economiques et Commerciales colocarem em prática os conhecimentos teóricos adquiridos durante a graduação. No Brasil ele surgiu um pouco depois, em 1988, com a criação da primeira empresa júnior do país, a EJFGV, do curso de Administração da Fundação Getúlio Vargas. Mesmo sendo a escola de negócios mais prestigiada da América Latina, a FGV tinha regras limitadas que não proporcionavam aos alunos o acesso a boas oportunidades de estágio e, consequentemente, a oportunidade de colocar em prática o que estudavam na graduação.  Desde então, o MEJ tem crescido exponencialmente, impactando não só a educação, mas também a sociedade e a economia do país.

 

         Hoje são mais de 16 mil empresários juniores por todo o Brasil, que fazem parte de 811 empresas juniores espalhadas por mais de 110 Universidades. Juntos esses estudantes trabalham a educação, para gerar um país com profissionais mais comprometidos e capazes de executar com qualidade aquilo que aprenderam durante a graduação. A vivência no MEJ traz o aprendizado pela execução de projetos, que faz com que os alunos adquiram mais conhecimento, aprendendo na prática e tendo a experiência do mercado de trabalho antes de se formarem. Também possibilita o aprendizado por meio de gestão e cultura empreendedora, trazendo a realidade da formação e gerenciamento de uma empresa. Essas experiências promovem um enorme diferencial quando o aluno finalmente ingressa no mercado de trabalho.

 

      A influência do MEJ vai além dos pós-juniores. Ao final do ano de 2019, a expectativa é que tenham 1100 empresas juniores confederadas, que juntas farão 21 mil projetos, faturando R$ 45 milhões. Esses valores impactam principalmente micro e pequenas empresas, por necessitarem de serviços personalizados para a sua realidade, que sejam de alta qualidade e tenham, principalmente, um preço a baixo do mercado, tornando os principais clientes das empresas juniores. Segundo dados do IBGE, pouco mais de 60% das empresas fecham as portas em até cinco anos após serem criadas, e essa porcentagem poderia ser reduzida, caso os empresários contratassem os serviços de uma empresa júnior, pelos preços oferecidos serem mais acessíveis e os projetos personalizados e de qualidade.

 

     Assim, com a junção desses dois impactos, na educação e na economia, o Movimento Empresa Júnior impacta, consequentemente, a sociedade. Ele forma profissionais que trabalham, de forma voluntária, por um país mais ético e empreendedor, pessoas comprometidas e capazes de mudar uma realidade que há muito tempo vem sendo criticada. As empresas juniores oferecem soluções que mudam a realidade dos clientes, que muitas vezes não teriam condições de comprar esses serviços de uma empresa sênior.

 

       O Movimento Empresa Júnior impacta direta e indiretamente milhares de vidas diariamente, seja trabalhando com o MEJ, o que forma os profissionais agentes de mudança, ou pelas soluções desenvolvidas, que impactam na renda da organização contratante e na vida dos donos, funcionários e suas famílias.

https://www.facebook.com/Sustentaconsultoria
Please reload

Posts Em Destaque
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload