Os biocombustíveis: uma alternativa para a substituição dos combustíveis fósseis

25-Apr-2019

 

Biocombustíveis trata-se de combustíveis que empregam recursos biológicos durante sua produção, como o próprio nome sugere, sendo proveniente de fontes de energia renovável através da queima de biomassa ou seus derivados. São provenientes de fontes renováveis pois, diferente dos combustíveis fósseis, como os derivados do petróleo e combustíveis minerais que tem estoque limitado, possuem fontes capazes de regeneração, permitindo a renovação dos recursos necessários para sua produção. Exemplos disso são as plantações de cana e soja, fonte para a produção do etanol e biodiesel.

 

A biomassa consiste em um material de constituição orgânica que pode ser utilizado para a geração de algum tipo de energia, fazendo com que os biocombustíveis representem uma das formas na qual a biomassa pode ser utilizada. Além disso, há o fator econômico e ambiental, o qual diminui a queima de combustíveis fósseis e permite o surgimento de novas economias no processo produtivo dos biocombustíveis.

As plantas oleaginosas representam a matéria prima mais utilizada como forma de biomassa para a produção de biocombustíveis, onde os vegetais mais empregados, principalmente no Brasil, são a cana de açúcar, a mamona, o girassol, a soja, o milho e o babaçu. O milho é mais utilizado nos Estados Unidos, país que, assim como o Brasil, produz etanol em larga escala.

 

Atualmente o Brasil possui uma produção de etanol de aproximadamente 3,52 bilhões de litros e, segundo as perspectivas da Agência Internacional de Energia, a produção aumentará em 200% até o ano de 2050, tornando o Brasil referência internacional em produção de biocombustíveis.

 

Os biocombustíveis apresentam como vantagens menor índice de poluição com a sua queima e processamento, podem ser cultivados sendo assim renováveis e geram empregos em sua cadeia produtiva. Diminuem também a dependência em relação aos combustíveis fósseis, além de aumentarem os índices de exportações do país, favorecendo a balança comercial.

 

Em contrapartida apresentam como desvantagem a necessidade de grandes áreas agricultáveis, podendo intensificar o desmatamento pela expansão da fronteira agrícola. Isso também pode gerar maior pressão sobre o preço dos alimentos que podem ter sua produção diminuída para dar lugar à produção de culturas para a produção dos biocombustíveis.

 

A produção de biocombustíveis ocorre de maneira favorável em países que possuem longa extensão territorial e grandes espaços produtivos, possuindo a capacidade de produzir uma grande quantidade de matéria prima para serem processadas e convertidas em óleos e combustíveis. Países favorecidos com esses atributos, como o Brasil e Estados Unidos, são líderes mundiais na produção e consumo dessa importante fonte de energia.

https://www.facebook.com/Sustentaconsultoria
Please reload

Posts Em Destaque
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Telefone

(34) 9 9647-6223

(34) 9 8854-7959

E-mail

Endereço

Universidade Federal de Uberlândia;

Câmpus Umuarama, entre os blocos 2A e 2B;

Avenida Amazonas S/Nº.

Aberto de Segunda à Sexta

08:00 - 18:00

  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social

Localização

Copyright Sustenta - Soluções em Engenharia Ambiental - 2020.

Todos os direitos reservados.